Avançar para o conteúdo principal

O medo de ficar de fora

Sou do tempo em que não havia 2.000 eventos na tua cidade ao mesmo tempo e onde o termo notificação servia apenas - oh diacho! 😏 - para quem tinha de ser notificado pelas Finanças ou pelo Tribunal.

Nunca como agora tivemos dedos tão batidos a fazer scroll e a ver o mundo a acontecer do lado de lá do ecrã. E nós com aquela «inveja boa» da praia boa do colega de trabalho, do jantar dos primos, do workshop espectacular que aquela amiga está a adorar e a instagramar a cada momento...


Queremos estar envolvidos em projectos, notícias, novidades, em 1.001 coisas a acontecer!


Designed by Freepik
O medo de ficar de fora é uma síndrome destes nossos dias modernaços. O nome fofinho inglês (já se sabe que em inglês fica tudo mais fofinuxo...😋) é FOMO, Fear of Missing Out. Está estudado que gera ansiedade quando vivido em caso extremo, o chamado querer estar em todas, a toda a hora, em todo o sítio.

Conduzimo-nos a um caminho de tamanho excesso de informação e de exposição que paradoxalmente tempos depois vem a necessidade de fazer detoxs tecnológicos e sociais. Paradoxos.

Porque, lá está, acabou por aparecer o JOMO, Joy of Missing Out, ou a alegria de não querer estar em todas, e querer viver o lado simples da vida.

E por aqui, sendo humana e falhando, é isso que se procura.



Comentários