Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2018

Pastas negras. Dentes brancos.

Numa das feirinhas de Natal aproveitei e comprei a pasta de dentes negra branqueadora da Miristica, a marca de que vos falei aqui.

Pasta negra.... branqueadora???, dirão vocês, "esta pirou de vez."
Quase, mas na verdade... não. 👩

Sou fiel à Couto nos últimos tempos, pelo sabor fresco e pelo pedaço de Portugal que traz dentro de cada bisnaga.

Mas andava cá com a curiosidade de experimentar a pasta negra... e fiz uma experiência 2-em-1 e trouxe também uma escova de de dentes de bambu, para ver a durabilidade e a dureza, que sempre gostei de escovas duras. Manias.

A pasta leva argila branca e carvão (que lhe dá a cor preta) bicabornato de sódio e vários óleos, entre eles coco e menta. Fica com um sabor fresquinho, e quando se usa não fica preto a 100%, é mais um cinza médio. Bochecha-se e voilá, tudo branquinho de novo!

Tira-se a pasta com uma espátula ou colher pequenina, e no final o boião de vidro é reutilizável numa qualquer outra coisa.

Na verdade, há 2 anos atrás, no fami…

Inspiração da semana: por muito escuro que esteja.

https://www.youtube.com/watch?v=Nk1Y0zAZeQw


Links do bem #6

É certo que há muita coisa errada neste mundo.
Mas também há coisas e mensagens inspiradoras a acontecerem, perto e longe de nós, que vale a pena conhecer.



Este vídeo do Vida Macro com a Ana Go Slowly deixa claras muitas opções que se podem mudar nas nossas rotinas para ajudar o planeta já em 2018. Se fizermos 2 ou 3 coisinhas destas, já estaremos a ajudar muito!
A Vânia do MadebyChoices fez uma reflexão muito interessante sobre a sua história e a sua fuga a uma vida profissional convencional.
Se ainda andam à procura de uma agenda ou um planner giro para organizarem o vosso 2018, este look é super inspirador!
Uma das pessoas que mais gosto de ler online é a Helena. Escreve magistralmente sobre isto de sermos humanos e das relações que tentamos desenhar, com humor na ponta dos dedos. Aqui fica a entrevista dela ao Influenciadores, para a conhecerem um pouco melhor.

Sem medos.

O medo é castrador.
Medo do que pensarão, do que se dirá, da própria sombra.
Medo de não ser bem interpretada, de ficar sem dinheiro, de ser rejeitada.
Medo de avançar, de dizer, de recuar.

E no fim, a ironia suprema.
Porque não temos afinal nós, c'um caneco, o maior medo de todos:

O DE NÃO SERMOS FELIZES NESTA VIDA?!

Esse sim, dá um choque no corpo e mete-nos à procura de soluções e caminhos.

Não é por nada.
É só porque depois de casar/ter filhos/emagrecer/tirar o curso/mudar de emprego...é capaz de ter ficado um pouco tarde.


Pessoas&Projectos #5 - Entrevista Carolina Reis, da Girassol da Carol

Conheci a Carolina pelo Instagram. Comecei a ver muita gente a falar de uma manteiga de girassol e eu que tenho um íman que atrai as coisas mais diferentes…😉, fui logo ver do que se tratava.
A pessoa por detrás da ideia é a Carolina Reis, que é muito mais que a mulher que imaginou fazer uma manteiga para lá das mais conhecidas. Enfermeira de formação, é uma jovem activista na rede a favor dos factos verdadeiros da nutrição e luta contra o facilitismo da comida bonita para a fotografia. Vida 1.0: Obrigada Carolina! Sei que iniciaste recentemente o teu Mestrado em Nutrição Clínica, deves andar muito ocupada, por isso agradeço este tempinho que me pudeste dispensar para conhecermos melhor os projectos e as ideias da Carol. Como não podia deixar de ser, começo por aquilo que me levou a conhecer-te nas redes: a tua manteiga especial de sementes de girassol. Como tiveste essa ideia? Como foi a criação do sabor final? E como partiste para a comercializar?
R: A ideia da criação da Girassol é alg…

Quando tens o frasco a transbordar, ainda consegues pôr algo mais?

Uma das mais conhecidas parábolas sobre gestão de tempo e de prioridades é a do frasco vazio em que um mestre coloca pedras grandes e pergunta se caberá algo mais.
Toda a gente que assistia disse que não, e ele coloca então pedrinhas mais pequenas que deslizam pelos espaços existentes.
- E agora?
- Já não deve caber mais nada. - respondem.
- De certeza?
E ele coloca areia fininha que se funde pelos pequenos intervalos.
- Agora sim estará cheio, não acham?
- Sim, impossível colocar o que quer que seja.
E o mestre pega num copo de água que despeja para dentro do frasco.

Esta reflexão mostra que o ponto chave é saber organizar as tarefas, e seguir o caminho do FIRST THINGS FIRST, ou cá na nossa língua, faz primeiro as primeiras coisas. Parece uma verdade de La Palice, mas tem muito que se lhe diga, pois se todos fizéssemos primeiro as primeiras coisas não haveria mercado para tantos cursos e livros sobre como gerir o tempo. O grande busílis é definir muito bem e entender quais são essas …

O medo de ficar de fora

Sou do tempo em que não havia 2.000 eventos na tua cidade ao mesmo tempo e onde o termo notificação servia apenas - oh diacho! 😏 - para quem tinha de ser notificado pelas Finanças ou pelo Tribunal.

Nunca como agora tivemos dedos tão batidos a fazer scroll e a ver o mundo a acontecer do lado de lá do ecrã. E nós com aquela «inveja boa» da praia boa do colega de trabalho, do jantar dos primos, do workshop espectacular que aquela amiga está a adorar e a instagramar a cada momento...


Queremos estar envolvidos em projectos, notícias, novidades, em 1.001 coisas a acontecer!
O medo de ficar de fora é uma síndrome destes nossos dias modernaços. O nome fofinho inglês (já se sabe que em inglês fica tudo mais fofinuxo...😋) é FOMO, Fear of Missing Out. Está estudado que gera ansiedade quando vivido em caso extremo, o chamado querer estar em todas, a toda a hora, em todo o sítio.

Conduzimo-nos a um caminho de tamanho excesso de informação e de exposição que paradoxalmente tempos depois vem a nec…

Inspiração da semana: Olá novo ano. Sou a Paula. E tu?

Música bom astral.
Sempre foi a minha praia.
Cheia. De vozes. Instrumentos. Esperança.
Nada de músicas que nos deprimem, para isso há os Telejornais.
Por isso, vim aqui dizer Hello a este novo ano.




https://www.youtube.com/watch?v=nlt0OHrPKPw

Links do bem #5

Aqui vos deixo neste início de ano algumas ideias e mensagens que me inspiraram no final do que acabou, espero que a vocês também!

Prontos para o caminho? 😉


"...se você se pergunta como descobrir seu propósito, eu recomendo que exercite encontrando o propósito das pequenas coisas. Porque as grandes, na verdade, vêm dessas." - A Thais Godinho é uma grande referência que já acompanho há alguns anos, no tema de organização pessoal e de vida. Vale muito a pena ver esta sua reflexão.

A Cláudia do officinalis levanta uma questão muito importante neste podcast: porque temos a necessidade de ouvir mais os nossos "gurus" do que a nós próprios? Onde termina a inspiração e começa a dependência ou a muleta? Muito pertinente.

Já conhecem o grupo das Mulheres à Obra, que começou no facebook e está a crescer exponencialmente? Fiquem a saber mais nesta ida das fundadoras à SIC.

Para todos os que acham que yoga é lento, não faz nada ao corpo e é para malta de trancinhas hippies 😉,…

Girly alert: Receber o ano novo com boa cara!

Hoje trago 3 básicos da minha rotina simples de maquilhagem, para tirar aquele ar de "Ui, acabaste de acordar agora e passaste mal a noite, não?" Não. Realmente não. Isto sou eu. Sem nada. 😕
A palavra maquilhagem remete logo muita gente para montes de pós e brilhos e bases e primers e tal. E pensa-se logo em muita complexidade. Sim, isso tudo existe e se a ideia é fazer um look mais requintado, sim senhora, pois tomamo-nos uma horita e estamos nesses preparos tranquilamente. 
Mas a vida do dia a dia não se compadece com isso. E o que precisamos são soluções simples. Então um BB Cream (de que hoje não falo, mas aqui já vos tinha falado do meu favorito, que ainda se mantém), um pozinho, uma mascara e um batom são material suficiente para um look em 5 minutos pelas manhãs.
A Catrice é cruelty-free, ou seja não testa em animais, e tem preços muito em conta, para a qualidade que tem.
O meu kit keep it simple tem 3 produtos base:
pó bronzeador matificante Sun Glow: já vou na 3ª ou…

Pessoas&Projectos #4 - Entrevista Leila Teixeira, do Âncora Verde

Este início de ano tinha de trazer consigo esperança. Pois não são todos os recomeços esperançosos? 😊 Neste caso o projecto que hoje vos trago é de esperança verde, para esta nossa casa chamada Terra.
O Âncora Verde é um dos projectos recentes mais interessantes na divulgação de ideias e acções para um ambiente sustentável e uma vida mais minimalista e ecológica. Como diz a Leila, criadora do projecto, no seu manifesto online “O âncora verde surgiu da minha vontade de mudar mentalidades, alterar comportamentos, tornar as pessoas mais conscientes...”
Somos já muitos nesse caminho de divulgar e inspirar para promover mudanças do bem, por isso foi um prazer poder conhecer mais sobre esta plataforma verdinha.

Vida 1.0: Olá Leila, obrigada pela tua disponibilidade para sabermos mais do projecto Âncora Verde. Tu explicas no teu site que desde há muito te preocupas com temas ambientais e com a inércia das pessoas para fazer algo que ajude a minorar os problemas. Qual foi o click que te levou a…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...