Avançar para o conteúdo principal

O caminho dos 3 Rs - reduzir, reutilizar, reciclar

São frequentes as destralhas de material cá por casa, como expliquei aqui, e tento minimizar o que entra e ver se posso dar um outro uso a alguma coisa que já tem um grande V de "vai e não voltes...".

O meu objectivo prende-se com 2 coisas:

- Reduzir os plásticos: fico louca quando olho para o caixote do lixo e está o frasco do detergente da loiça + a embalagem do arroz que acabou + o balde do iogurte grego... um sacalhão de material que me deixa sempre a pensar na quantidade de lixo que cada um de nós gera. Demasiado.

Aliás, como compro a fruta e legumes quase sempre numa frutaria de rua, já não ponho nada em sacos: vai tudo no meu saco grande, na caixa sai para pesar, e volta a ir para o meu saco. Porque senão é um saquinho para 2 cenouras + um saquinho para 3 cebolas + um saquinho  para 4 maçãs... e levamos uns 12 sacos de plástico que depois vão, já se sabe, né? Para o lixo. Podemos fazer diferente.

- Reutilizar: aqui tenho tentado dar novo uso frascos de vidro, embalagens ou coisas que se "escangalham":
  • As especiarias e sementes ficaram verdinhas de esperança com uns frascos antigos dos Compal essencial:

  • Tenho muitos frascos de vidro bonitos que uso para as minhas papas de aveia frias ou compotas de inverno ou para guardar as sementes, cereais, etc...

  • Destes maiores, tenho alguns e vou remodelar a bancada com os mais bonitos:

  • Precisava um novo cesto para as molas:

  • De uma garrafa de refrigerante, saiu há uns tempos uma jarra rústica:

  • Uma moldura sem pé dá um belo estendal de brincos:

  • Um frasco sem tampa com umas rendinhas traz um ar fofinho a um canto do escritório:



São pequenos exemplos, mas muita coisa tem reutilização, e hoje em dia há tantas ideias inspiradoras pelas internetes! 😊

E aí, que outras ideias de reutilização ou de combate ao desperdício e ao lixo andam a experimentar?



Comentários

  1. Penso da mesma forma e também tento encontrar sempre nova vida para certas coisas que de outra forma não seriam mais que lixo. O único senão é que ao guardar tanta coisa para reciclar, por vezes acabo por deixar a casa cheia de tralha, quando o meu objetivo é precisamente o oposto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olá Magda, tens razão, aí temos de ser selectivas no que fica para reusar. Mas as revisões frequentes ajudam, sem que tambem nos passemos para o extremo oposto, em que estamos constantemente a rever a tralha. :)

      Eliminar

Enviar um comentário