Avançar para o conteúdo principal

O paraíso aqui tão perto...

A ligação com Setúbal é pouca aqui por estas bandas. Almada é muito mais de Lisboa que da capital sadina, por isso pode passar muito tempo até que alguém diga: “Epá, bora a Setúbal...” Não que Setúbal não tenha coisas que interessem ir ver e descobrir, mas a vida aqui parece quase sempre ter mais sentido para a frente, que para trás.

Na busca de um sítio diferente para um dia de praia pensou-se no Portinho da Arrábida, conscientes da confusão que aquilo tem aos fins de semana de Verão a opção foi ir uma 4ªf, a modos que…ver que tal as modas :) . E correu muito bem.

(c) Vida 1.0

A escolha final recaiu na praia da Figueirinha, com mais estacionamento e com mais espaço para caminhar.

Que maravilha! Há muitos muitos anos que não ia, com a Caparica aqui tão perto acaba por ser sempre a opção fácil e sem stresses. A da tal zona de conforto, estão a ver? ;)

Primeira impressão imediata: “Oh diacho, não se ouve o rugido do mar e não há vento!!!” Só quem sabe o que a Caparica pode ser em alguns dias (muitos?) entenderá a surpresa. Música para os meus ouvidos…

O mar deliciosamente refrescante, na conta certa para o dia de calor que estava, de um verde tropical que nos transporta a outras paragens. A areia mais grossa que não se pega e não nos lambuza como croquetes… E recantos fantásticos na banda esquerda, com peixes enormes e água cristalina como poucas.

(c) Vida 1.0

Este ano a praia dos Galapinhos, logo ali ao lado, foi nomeada a melhor praia da Europa, e percebe-se o encanto. O grande tema está em como conciliar o desejo de usufruir destas maravilhas e a pressão turística que este prémio vai colocar com o facto de estarem inseridas numa reserva natural, com um nível de risco elevado pela pressão humana…


Super recomendado, com a ideia de que ali será sempre melhor ir bem cedo, porque o estacionamento é pouco, e preferencialmente ir durante a semana. Um paraíso!

Comentários