Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2017

Links do bem #4

E neste mês do bem, onde todos nos lembramos que se calhar não era mal pensado ser um pouco melhores, sorrir mais e agradecer, aqui vão algumas das mensagens que andam por aí a navegar.
Na esperança de que, como a mim, também algo vos toque, melhore e faça seguir em frente.




- Conhecem o Matthew Hussey? Este video (em inglês) explica porque ele é um dos gurus mundiais em relacionamentos. Supostamente. Vale a pena ver. :)

- A Helena escreve muito bem. E este artigo sobre quão tóxicas podem ser as redes sociais, não é excepção.

- A Leila do projecto Âncora Verde lançou um ebook fantástico, com primeiros passos simples para reduzirmos o desperdício nas nossas vidas.

- Quem diria que a nossa tão maltratada bolota ia ser estrela de frascos bonitos? Vou ter de experimentar isto!

- E para fecho de ano...Tu. Sim, tu. Já encontraste a tua tribo?

Agendar o agendamento da agenda? Agendado!

Esta vai ser a minha agenda para 2018.
Comprada ainda antes do regresso às aulas, bati os olhos nela e disse:
- É esta.
Colorida, que a vida a branco e negro não tem a mesma graça. E com a mandala a dar o toque de esperança eterna no ano que há-de vir.

Percebi há já algum tempo que uma agenda é um óptimo método para fazer coisas acontecer. Porque temos real consciência da grelha dos dias da nossa vida. E se queremos fazer A, conhecer B ou experimentar C... há que planear. Não de forma escrava, em que a agenda manda em nós, mas deixando o tempo correr entre as coisas novas que queremos que nos provem que estamos vivos. Vivos.

Estão na moda os bullet journals, se andarem pelo Google e pelo Pinterest verão modelos de 1.001 formas, mas para mim não é necessário páginas romanceadas com setinhas e bolinhas e toda uma simbologia em que a perfeição necessária da forma pode chegar a tapar a claridade e o tempo para o conteúdo. Hey, but that's me. :)

Existem modelos já feitos, mais simples …

Pessoas&Projectos #3 - Entrevista António Barbot, do Vida Macro

Neste caminho de despertar, começamos a ficar atentos ao que nos vai chegando, leve, levemente, como a neve do poema. E foi nesse chegar tranquilo que conheci o Vida Macro.  Se há um projecto que ajuda a divulgar outras histórias do bem, para que todos façamos cá do planeta um cantinho melhor, é este. O António Barbot, mentor da ideia e que nos faz chegar cada semana vídeos de gente inspiradora contou-me um pouco mais sobre este magnífico propósito! 

Vida 1.0: Muito obrigada António por teres aceite passar de entrevistador a entrevistado. Devo dizer-te que o teu projecto do Vida Macro é mesmo inspirador! Como te surgiu esta ideia?
R:  Olá Paula. Grato pelo teu interesse neste trabalho e em quereres conhecer um pouco da pessoa que está quase sempre atrás da câmara. 
Esta ideia surgiu em 2013, quando estava a atravessar algumas mudanças na minha vida, uma delas relacionada com a falta de vontade de comer carne. Na busca de alternativas, encontrei um workshop de culinária macrobiótica, da Mart…

9 projectos DiY rústicos para celebrar o Natal

O Natal quer-se simples. Longe de artificialidades. Nas conversas, nos toques, nas lembranças.
E também na decoração. A Natureza dá-nos coisas tão bonitas para trazer a paz natalícia às nossas casas! Ainda vamos a tempo de fazer algumas, com crianças ou como hobby para relaxar o tico e o teco.
Aqui ficam algumas ideias que me inspiraram, na procura de coisas simples e sem tanto plástico.

PAUS DE CANELA - Haverá cheirinho que mais lembre o Natal que este? 😍



DECORAÇÕES AROMÁTICAS - Estrelas, árvores, corações recheados de cheiros de cravinho, anis estrelado, alfazema...


E quem diria que as CASCAS DE NOZES eram o suficiente para criar todo o ar natalício que a nossa casa precisa?



Se o Natal tem um cheiro, é também o cheiro a bosque, com as PINHAS a ganhar um lugar de destaque:



Não sabem que fazer com as ROLHAS das garrafas dos diversos convívios? Não as deitem fora, guardem-nas e para o ano... 3, 2,1, decorações top!



Festas simples! Mas muito felizes. Vamos tentar?

🎄🎅🎄🎅🎄🎅🎄


Imagens …

Inspiração da semana: vens comigo?

Por vezes, uma só guitarra enche todas as notas possíveis. E necessárias.




https://www.youtube.com/watch?v=CJJINJ2LcZU


Passatempo: Miminho natalício? É aqui.

É Natal, é Natal, lá lá lá lá lá... 🎄🎅
Too much? 😄

Bom, chegados quase aos 1.000 seguidores no facebook, e neste mês da partilha, achei que devia oferecer um pequeno mimo natalício, por isso está a decorrer até dia 15 de Dezembro um passatempo no facebook e instagram para ganhar um kit de indispensáveis Cien Nature.

O prémio inclui 3 produtos da linha Nature da Cien, de cosmética natural:


1 creme de rosto de Cidreira e Hamamélis de efeito calmante para peles sensíveis, de 50 ml1 shampoo de rosa mosqueta sem silicone, de 200 ml 1 batom protector de lábios de Calêndula e vitamina E, de 4,8 gr.Para se habilitarem só têm de: Fazer Gosto na página de facebook do Vida 1.0 Comentar o post original do passatempo no facebook, identificando três amigos (apenas perfis pessoais, não marcas, empresas, lojas, etc)Preencher o formulário de participação, que está mais abaixo neste post.Podem ainda ganhar entradas extras (que valem a dobrar) se: Seguirem o blog (barra lateral direita, no botão azul SEGUI…

Segunda-mão: às vezes sim, às vezes não.

Há países maduros neste sector dos artigos em 2ª mão.

Há muito tempo que alemães, nórdicos e ingleses têm o hábito de procurar peças únicas ou pechinchas. Houve uma altura que para nós era fino ir a Londres e comprar uma coisa em Notting Hill, mas cruzes canhoto comprar cá em Portugal algo em segunda-mão, "isso é que não, que eu só tenho coisas novinhas!"

Cá pelo burgo, foi preciso a crise bater fundo em 2012 para que OLX, Cash Converters, grupos de vendas no Facebook, Feiras da Bagageira e afins entrassem nas bocas do mundo... e na vida das pessoas.

Talvez já não se lembrem, mas eu lembro-me bem do Natal de 2012, em que o país estava mergulhado numa crise profunda e as ruas espelhavam muita tristeza e medo nos rostos. Ainda me arrepio porque senti mesmo na pele esse Dezembro. Adiante.

Foi aí que olhei para a dispensa atafulhada de tralha nova, não usada, e comecei a pôr à venda coisas que não ia usar nunca. E ainda hoje o faço frequentemente. Porque no âmbito das destralhas…

Roteiro de Natal em Lisboa

Estamos a entrar em Dezembro e o Natal está aí à porta.
Já passamos a loucura absurda do Black Friday, por isso tentemos aproveitar o que esta época ainda tem de bom. Porque de certeza não é andar a correr centros comerciais...

Por Lisboa, deixo aqui uma listagem express de actividades que animam miúdos e graúdos.


- muita coisa e ideias para fazer com a criançada aqui e aqui;

- o já famoso mercado do Campo Pequeno. Não para ir comprar sem fim, mas para um mimo de produtores e projectos nacionais para aquele... alguém especial;

- o recém-chegado a estas andanças Wonderland Lisboa, um mês inteiro desde 1 de Dezembro, no Parque Eduardo VII;

- o mítico presépio do centro comercial das Amoreiras. Um ícone na escadaria.

- e porque não visitar alguma das igrejas com presépios monumentais que são autênticas obras de arte?

- Sé de Lisboa
- Basílica da Estrela
- Igreja Nossa Sra. do Monte
- Igreja Madre de Deus
- Basílica dos Mártires


O que importa mesmo é estar junto. E presente. Lá no momento…

Eu partilho... ele partilha... E tu? Já partilhas?

Recentemente tive a oportunidade de escrever um artigo no www.empreendedor.com.

Uma experiência muito interessante, onde defendo que o mercado está em mudança, com a procura de negócios e soluções mais sustentáveis, e onde as redes sociais e o nosso poder individual, com as avaliações e recomendações que fazemos de produtos e serviços, são uma arma poderosa.

Falo por lá da economia da partilha, dos 3 Rs, de compras bio... deixo-vos aqui o link, espero que se revejam em algumas das minhas ideias! 😊

http://www.empreendedor.com/mercado-mudou-nos-mudamos





Links do bem #3

Olá, olá, aqui vão mais alguns dos links que visitei recentemente, onde parei para pensar, na esperança de que, como a mim, também algo vos toque, melhore e faça seguir em frente. 💚😊



- És feliz? Reflexões da Priscilla Santos sobre porque é tão importante alinhar o que fazemos com o que somos, para ter uma vida mais plena.

- as couves pak choi são umas das minhas preferidas, faço muitas vezes algo parecido a esta receita da Oksi, cozidas a vapor e com um molho de soja ou creme balsâmico e sementes, passas e frutos secos. Delícia, experimentem!

- o engenho humano ao serviço do bem tem ideias geniais! Descubram o que criou um designer sul-coreano quando numa viagem pela India viu algo que era urgente e... fácil de solucionar!

- ideias para desbloquear o músculo da criatividade... são 23, alguma se encaixará na tua vida, certo? 😉

- e se o teu instrutor de yoga... fosse uma criança? 😲💛A história de Tabay é inspiradora!

- depois de tantas receitas por aqui e por ali, são ESTES os hambu…

A comida dos últimos tempos

Há muito tempo que não ponho por aqui nada das minhas experiências culinárias...
Na verdade tenho partilhado pelo Instagram, mas faço aqui um resumo das comidinhas dos últimos tempos.

A minha base constante de "desenrasca" é salteados de legumes, cogumelos ou tofu, quinoa ou couscous, com um pouco de grão (na dicotomia grão/feijão, por aqui ganha o primeiro, no doubt about it 😉).

Massa de lentilhas ou courgetti também são opções que uso às vezes para juntar. A partir daí pode ter especiarias X, molho Y, mais para a esquerda ou mais para direita para variar os sabores. E o que nunca pode faltar? Tomate seco cortado aos pedacinhos, muda tudo. TUDO.

E sim, ainda não retirei completamente peixe e ovos, mas em minha casa as opções são sem eles 99% das vezes.

Nos pequenos-almoços aí sim é dar largas à imaginação: pão escuro tipo alemão, tapioca, papas de aveia tradicionais, bolo de banana, muffins proteicos...

Tem piada que se há uns anos me dissessem que ia ter este gosto por ex…

Pessoas&Projectos #2 - Entrevista Inês Avelar, da Miristica

Continuando com a descoberta de projectos que nascem para trazer ao mundo algo de bom, a Miristica era uma marca que já via presente há algum tempo nos eventos biológicos e de vida sustentável. A sua banca de produtos, simples e elegante, é quase sempre das mais concorridas e nos fóruns de cosmética natural e mundo vegano é muitas vezes mencionada e recomendada entre os participantes. Por isso, ainda para mais nascida cá no seio da margem sul, tinha de ir conhecê-la! 😊 A Inês, fundadora da marca juntamente com o Fred, recebeu-me no atelier da Miristica e contou-me como tudo começou e o entusiasmo do percurso até agora.
Vida 1.0: Inês, muito obrigada por teres aceite receber-me e podermos falar um pouquinho da Miristica. Como nasceu a ideia de criar esta marca de cosmética natural?
Inês: A Miristica nasce há 3 anos aproximadamente porque eu comecei em modo autodidacta a fazer alguns cosméticos para uso pessoal, nomeadamente desodorizante e bálsamos. Com o passa palavra entre família e ami…

Ganhas... quando perdes!

Esta frase... 💖
Porque se pensarmos bem, quantas das nossas questões... não deviam nem sequer sê-lo?



O que consomes hoje define o amanhã de todos.

Há dados que nos chegam mas muitos de nós não os querem ver.
Um pouco como tantas vezes se faz com aquele sem abrigo por quem se passa ou aquele vizinho idoso que quer conversar mas nós...não temos tempo.
Continuamos com as nossas vidas. Sempre em frente. Sem parar.
E quem vier atrás... que feche a porta.

Bom, mas o próposito deste post de hoje é dar a conhecer alguns factos e números que fazem pensar, e que a Associação Portuguesa de Nutrição reuniu recentemente no seu ebook "Alimentar o Futuro: uma reflexão sobre sustentabilidade alimentar". Uma ideia que merece ser partilhada.


Aqui ficam algumas notas:

>>> 1/3 dos alimentos produzidos em todo o mundo não é consumido;
>>> esse desperdício que não alimenta nem nutre ninguem é no entanto responsável por 8% da emissão dos gases de estufa;
>>> 900 milhões de pessoas passam fome e 1,9 biliões de pessoas debatem-se literalmente no outro lado da balança com excesso de peso;
>>> são necessários …

Trivialidades.

Isto chega a acalmar ao nível do átomo celular.
É só o que vos digo.

Para a caminhada na semana.




Links do bem #2

Nas minhas viagens pela web encontro muitos sites, blogs e artigos interessantes relacionados com ideias que também vou defendendo por aqui.

Por isso aqui vão mais alguns desses links na esperança de que, como a mim, também algo vos toque, melhore e faça seguir em frente. 💚😊


- Conhecer o chef Diogo Noronha e o seu novo restaurante Pesca, no Príncipe Real em Lisboa, pois o seu mote é do bem: "respeitar o Planeta, os animais, lutar contra o desperdício e valorizar a natureza, a terra e tudo o que dela nasce."  How sweet is that? 

- Cuidado com o que desejas. Mas se desejares muito coisas boas, coisas boas acontecem. Confuso, isto? É só ler aqui.

- No mundo da comida saudável, tambem há espaço para provar experiências docinhas. Vou ter de provar esta, parece bem fácil! 

- Vamos ser menos duros connosco mesmos

- Dica de beleza simples e que deixa a pele suave como poucas coisas o conseguem. Já testei no Inverno passado e adorei!

- a chegada do frio traz-nos recolhimento e mais von…

Das letras. E dos erros que com elas se fazem por aí.

Hoje o tema por aqui não é vida saudável, nem minimalismo, nem menos desperdício, nem organização, nem roteiros. Nop. For a change of scenery. 😏 Mas é um tema que me toca e que por isso, vem à baila. E nem atinge a categoria de irritação. Não, não é uma irritação nem nada que se pareça, que isto por aqui não se confunde com a Sic Radical...

Não sei se é algo já de ADN ou formatado por trabalhar com letras mas acabo por ter olho clínico para a forma como se trata a língua escrita e falada... e o Luís Vaz, oh diacho,  não deve andar lá muito contente com os pontapés aqui e acolí.


Primeiro ponto: não é um tema dos millennials nem da forma escrita das mensagens com ks e abreviaturas dramáticas, é um tema muuuiiito mais geral do que isso. É nos rodapés da TV, é nas páginas das revistas, é no dia a dia nos nossos círculos.

Fazendo um resumo das mais vistas por aí, há uma panóplia para todos os gostos. Desde a viajem que todos querem fazer, à espectativa de que as coisas não vaiam descambar…

Inspiração da semana: o futuro hoje.

Quando reusas... multiplicas!

Tinha sido uma prenda de uma querida amiga.

Tom fantástico, que fica bem a todas as morenas, turquesa vivo, dava graça a qualquer top liso de cor clarinha... Usado apenas 2 ou 3 vezes, porque era ainda um bebé nas minhas mãos.
Mas eis que um dia... ao arrumá-lo... cai ao chão, e catrapimba, partiu-se uma anilha de um encaixe. UMA anilha e é o fim!!! O HORROR, A DESGRAÇA!!!

Não podia ser.
Este modo ON de olhar para as coisas com olhos de "E se...?" fez acender a luzinha da criatividade cá dentro. E pus mãos à obra para tentar manter a peça viva comigo.

Pois esta cabecinha começou a magicar... era o que mais faltava perder JÁ esta peça tão gira, e de um statement necklace... fazem-se 3 peças. Desmanchei mais umas partes e sai um par de brincos, um colar mais delicado e um pregador. Que continuarão a viver e a dar cor aos meus looks.


(c) Vida 1.0

Este é apenas um exemplo simples e da vida corriqueira do dia a dia sobre como por vezes precisamos olhar para as coisas, as relações,…

Inspiração da semana: raízes

Hoje, em dia de romarias e procissões, ouvi esta faixa.
E fui até ao campo, de saia rodada, a pular e a assobiar, cheia de Portugal dentro.
Ouve e vê se me encontras por lá! 💚💛💗




"Não compares o teu início com o meio dos outros"

Como em tudo na vida, se fizéssemos um corte no filme, veríamos que todos nós estamos em algum momento a começar ou a terminar algo, mais ou menos envolvidos a meio de alguma coisa. Imaginem um freeze na imagem, onde cada um fica estático, metido no seu mundo, naquele pensamento, naquela tarefa, naquele projecto.

Mas no fim das contas, quando a imagem retoma, fica sempre a sensação que alguém está mais à frente que nós, e que nós deixámos para trás outros tantos. Como se fosse uma corrida para chegar...não se sabe onde.

Esta eterna comparação que vamos fazendo uns com os outros não nos deixa ver que cada um parte de bases diferentes, por isso esta frase que ouvi pela primeira vez há uns anos, me faz tanto sentido. Comparamos quase sempre o incomparável, e disso queremos tirar conclusões. De que não prestamos, de que os outros têm mais sorte, que são melhores/mais espertos/mais bonitos...


Quando chegamos a uma fase, já outros por lá andaram, e outros tantos estão ainda muito longe de l…

Links do bem #1

Nas minhas viagens pela web encontro muitos sites, blogs e artigos interessantes relacionados com ideias que também vou defendendo por aqui.

Por isso vou passar a pôr aqui alguns desses links na esperança de que, como a mim, também algo vos toque, melhore e faça seguir em frente. 💚😊


-  sugestão da Âncora Verde de um documentário sobre a consciência do que é realmente importante na vida, tendo por base uma abordagem minimalista;

- a procura da felicidade durante o mês de Novembro, desafio que a Mafalda convida todos a fazer. Eu vou nessa!

- inspiração para uma granola saudável no Saudavelmente Apaixonada. Vou encher a casa com aquele cheirinho a sair do forno!

- e ainda... notas da Miss Kale sobre erros de alimentação que pessoas saudáveis também cometem

Bom fim de semana!


Ser do contra.

Sim. Eu pecadora me confesso.
Sou do contra.
Não sempre, mas por vezes.
Em algumas coisas.
Muitas delas pequenas, onde vejo que às vezes sou um pouco... desalinhada da linha geral.

Quando toda a gente decide se são uns Adidas Gazelle ou uns Stan Smith, eu compro uns Nike air.
Quando toda a gente tem cestas de praia girissimas, eu ando com a minha mochilinha de uma alça.
Quando chega a moda do cronograma capilar (oi? comoéquié?) eu pimbas, dou um corte ao cabelo.
Quanto toda a gente anda no Snap e nos live videos e cenas da era moderna... eu vou e crio um blog. 😊
Etc etc etc

Mas também não sou aquela que "Uiiii, entao tu achas que o céu é azul? Pois migo, desculpa lá mas o céu é amarelo às bolinhas rosa, está bom de ver...".



As opiniões devem reflectir a informação de que dispomos num determinado momento, muitas vezes misturadas com emoções, mas quando essa informação se altera, a mim pessoalmente [sempre adorei pá este pleonasmo, como se eu e a minha pessoa pudessemos, sei …

Marcas que nos marcam.

Todos sabemos que o vintage e o antigo estão para ficar.

Que de repente o mundo lembrou-se que tinha raízes, olhou para trás, e teve saudade.

Saudades de um tempo em que as coisas se compravam à unidade, pouco de cada vez, e cada coisa tinha por isso um valor especial: aquele iogurte de banana quadrado da Vigor era O iogurte, não apenas mais um num pack de 8...

Vem isto a propósito de um regresso meu a algumas marcas nossas.

A pasta Couto, grande amiga de quem não quer produtos testados em animais nem com ingredientes de origem animal, é uma referência nacional. Não tem flúor, sendo por isso amada por uns e odiada por outros, mas com um sabor fresco que me encanta.

Há uns anos era muito difícil encontrá-la, só em drogarias das bem antigas, como a Central ou a São Domingos na baixa de Lisboa, por exemplo, mas hoje já se veem muito mais (até os chineses já perceberam que os portugueses gostam da Couto)!

Uma marca que nasceu em 1932, no Norte, e que hoje é um dos simbolos do passado que …

E livros, hein?

Dei por mim a contar esta semana os livros que tenho na minha estante para ler.
São 18. Sim, dezoito, que por extenso fica mais fino.
Estes que aqui veem:


Existem outros na estante claro, mas já lidos e que quis guardar. Se algum livro não corresponde ao imaginado ou sei que não vou ler opto por doá-lo à biblioteca municipal, tenho feito lá algumas entregas.

Na prática isto dos livros funciona como um íman para a minha pessoa: sempre que vejo alguma recomendação de um livro de desenvolvimento pessoal, ou sobre saúde, alimentação, voluntariado, desperdício zero, curiosidades do mundo, etc., faço clipping e guardo para uma fofinha wishlist... interminável. Depois vou ver algo sobre o livro, tentar ler as primeiras páginas online, ou folhear  numa livraria, e ver se realmente vale a pena "dar o salto de fé". 😊

E não obstante os agora famosos 18, sigo com vontade de comprar mais, pois há sempre temas que me interessam e sinopses que cativam. Pretendo comprar os livros do Franci…

Inspiração da semana: o meu bem faz-te mal?

"Não me levem a mal..." mas esta música tem um groove tãooo cool!!!

Guilty pleasure tardio de pós-Verão, nesta semana que agora sim traz o Outono... 😏




Pessoas&Projectos #1 - Entrevista Anita Silvestre, da LOOK A DAY

Então é assim malta: se o Vida 1.0 existe é porque fiz um workshop com a Anita Silvestre que plantou cá a sementinha. Por isso a primeira pessoa que queria entrevistar nesta ideia de mostrar projectos nacionais interessantes e as pessoas por detrás deles...tinha de ser ela. J
Ao fim e ao cabo, ela encontrou a felicidade e ajuda a criar a dos outros, com o seu projecto de style coachingLOOK A DAY.
Aqui fica a entrevista, porque temos de divulgar as coisas motivadoras que vão acontecendo dentro de portas. E são cada vez mais!

Vida1.0: Obrigada Anita por teres aceite de imediato!
Anita: Obrigada eu! J
V1.0: Depois de uma experiência profissional pelo mundo corporativo, decidiste seguir um caminho que te fazia mais feliz. Nessa época tinhas claro como querias que a LOOK A DAY viesse a ser?
A: Não, nem nessa altura imaginei alguma vez que estaria a fazer o que faço hoje. Licenciei-me em Publicidade e Marketing e comecei a trabalhar na minha área, em Marketing Online essencialmente, mas comec…