Avançar para o conteúdo principal

Vamos voltar a mandar postais.... dos verdadeiros?

Como sou do contra, desde há uns anos, quando todos começaram a ficar-se pelas mensagens no facebook e "siga para a frente", pensei que estava na hora de regressar ao passado.

Aquele passado em que perdemos de facto alguns minutos a  pensar em cada uma das pessoas a quem estamos a escrever, quais os votos que mais se adequam a cada caso, qual o postal que casa melhor com cada destinatário...


Gosto realmente de o fazer, para família e amigos mais chegados. Eu penso neles aos escrever e fechar o postal no envelope, e eles pensarão em mim ao abrir, lá do outro lado da amizade.

Que venha o Natal do frio, do silêncio das ruas, e das famílias no calor das couves e do bacalhau!


Comentários